A armadilha do amor…

 
Uma amiga me mandou essa frase e achei muito interessante:
“Compromisso é permitir que o outro entre na nossa vida. É sonhar junto sem se sentir ameaçado, marcar um horário sem se sentir controlado, dividir o espaço sem se sentir invadido. Compromisso não é ‘falta’ de liberdade. Compromisso é o ‘exercício’ da liberdade de estar com alguém.”
 
Hoje em dia as pessoas tem verdadeiro pavor do compromisso… geralmente viveram alguma desilusão amorosa, se reergueram, hoje vivem felizes e satisfeitas sozinhas… mas até que aparece aquela pessoa que balança o coração de verdade… então dá aquele pânico…será que eu vou virar um escravo do amor???
 
O ser humano tem uma busca incessante por um companheiro… todos na verdade no seu interior buscam alguém para partilhar a vida (alguns só não admitem)…. mas então, entra uma outra questão… a de saber lidar com o amor!
 
O verdadeiro significado do amor, é sentir que esse alguém é seu porto seguro, é o aconchego de seus braços, é alguém que você admira, tem orgulho de ter ao seu lado, é conseguir rir, chorar, conseguir partilhar tudo sem medo, é ter um amigo, um amante, é não ter medo de ser você mesmo… é não precisar fingir ser quem não é… é se sentir amado por suas qualidades e pelos seus defeitos, é ter aquela certeza… ele está comigo para o que der e vier!
 
Tudo bem, vocês devem concordar com o meu significado do amor…mas porquê junto com ele vem a possessividade, o ciúme, a competitividade, o orgulho, a insegurança, mágoas??  Pessoas com esses sentimentos aflorados só tem um destino… o de acabar com o amor do seu amor! resumindo… fim de relação!!!
 
Eu gosto de comparar o amor a um pássaro selvagem… Ele é lindo, colorido, tem penas brilhantes, seu canto é maravilhoso… nós ficamos encantados com ele e então o capturamos e o colocamos em uma gaiola… damos todo amor, alimentamos, ficamos horas escutando seu canto e admirando suas lindas penas brilhantes e coloridas…mas vamos percebendo que aos poucos ele vai parando de cantar, suas penas vão perdendo o brilho, ele não come… até que um dia ele morre. Existem outros tipos de pássaros, os que ficam se debatendo na gaiola, se ferem, porque querem sair daquela prisão a qualquer custo,  e ficam tão exaustos e machucados que também acabam morrendo!
 
O amor deve ser livre, leve… a maioria das pessoas estão muito longe de viver um amor verdadeiro…por isso cresce tanto o número de divórcios a cada ano… ninguém mais suporta ser sufocado…. então preferem a solidão do que arriscar viver um novo amor!
 
E a receita é tão simples… deixe o outro livre… ame o outro pelo que ele é… não queira moldar seu companheiro ao que você fantasia… admire, encoraje, participe da vida dele, mas não queira que a outra pessoa se torne a sua vida… compartilhem momentos, tenham planos….mas nunca se  esqueçam que são 2 pessoas, que cada um tem seus próprios planos e objetivos, e juntos possuem outros planos e objetivos, são 2 pessoas que somam experiências, que compartilham gostos, que ensinam coisas novas… e não 2 pessoas que se tornam 1 só…. isso é impossível!!!
 
Amanda Amaral
 
 
 

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 461 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: